Shattered Grid Part 1 é o décimo nono episódio de Power Rangers HyperForce, o jogo RPG de Power Rangers que foi lançado durante as comemorações do 25º aniversário da franquia.
Este é o primeiro de dois episódios de Power Rangers HyperForce que faz parte do evento Power Rangers: Shattered Grid, o evento comemorativo do 25º aniversário da franquia que aconteceu nas Banda Desenhadas da BOOM! Studios e que acabou, também, por chegar a Power Rangers HyperForce.
O episódio foi transmitido em directo na Twitch a 13 de Março de 2018 no canal da Hyper RPG, podendo agora ser visto no canal de Youtube da Hyper RPG, bastando para isso clicar neste link.

Sinopse do episódio: Depois de derrotarem a The Armada, os Power Rangers detectam uma fonte de Energia Negra. Quando eles chegam ao local onde essa energia se encontra, tudo parece diferente do que costumava ser e até os Power Rangers se tornaram malvados! Com a ajuda de algumas caras familiares, os Power Rangers têm que tentar libertar um grupo de resistentes, sempre com os malfeitores a espreitar ao virar da esquina.

Resumo do episódio: O Alpha 55 revela aos Power Rangers que o plano deles para sabotar as naves da The Armada foi bem sucedido, uma vez que o vírus criados pela Vesper infectou todas as naves da The Armada espalhadas pelo Universo. Apesar desta vitória, os Power Rangers não se mostram muito contentes uma vez que eles continuam sem conseguir deter a The Alliance. Um alarme acaba por soar na nave e o Alpha 55 revela que uma Energia Negra foi detectada na linha do tempo e que esta está a sofrer algumas alterações devido a essa energia. Os Power Rangers suspeitam que a The Alliance pode ser a responsável por aquelas alterações e que pode estar a usar as naves que foram roubadas na Time Force para isso, por isso, eles decidem ir investigar aquela situação. Ao fazerem isso, eles acabam por chegar a Newtech City, não sabendo muito bem em que ano se encontram, sendo que aquela cidade parece ser algo familiar aos Power Rangers, apesar de tudo parecer, ao mesmo tempo, diferente de todos os locais onde eles já tinham estado. Ao andarem pela cidade, os Power Rangers percebem que está em vigor um aviso de recolher obrigatório e a Chloe acaba por ver um grupo de indivíduos que se parecem com o Mighty Morphin Black Ranger. O Eddie decide ir falar com eles e logo lhe é ordenado que ele se ajoelhe. A Vesper não gostando de nada daquilo vai em auxílio do Eddie e logo é atingida na cabeça pela arma de um daqueles indivíduos. Os amigos não tardam em ir em auxílio deles e acabam por entrar numa batalha com aqueles Mighty Morphin Black Rangers, que lhes parecem tudo menos amigáveis. Os Mighty Morphin Black Rangers mostram-se poderosos e os HyperForce Rangers acabam por receber a ajuda de um grupo de soldados liderados pelo Capitão Michael Hicks, o que permite que os Mighty Morphin Black Rangers sejam vendidos. Os HyperForce Rangers são depois levados até à base daqueles soldados, sendo que durante o caminho o Marvin pede à Vesper que não seja estão imprudente e esta diz que age daquela forma porque não quer que ninguém que ela ame se magoe e porque ela é substituível ao contrário deles. Já o Capitão Michael Hicks acaba por comentar que acha que aqueles Power Rangers são de uma outra dimensão, acabando mesmo por contar aos HyperForce Rangers que o grupo de resistência do qual ele faz parte e que é conhecido como os Coinless já tinha conhecido Power Rangers de uma outra dimensão. O Capitão Michael Hicks conta-lhes, depois, que, ao contrário do que aconteceu noutras dimensões, naquela dimensão o Tommy Oliver nunca deixou de trabalhar ao lado da Rita Repulsa e ajudou-a a matar o Zordon e grande parte dos Mighty Morphin Power Rangers. Para o tentar deter, o Ninjor tinha criado uma nova Moeda do Poder para que o Jason pudesse usar os poderes do White Tiger. Contudo, o Tommy acabaria por matar o Jason e ficou com aquela Moeda do Poder, que viria a combinar com a sua para criar uma nova Moeda de Poder que lhe deu novos e mais poderosos poderes. O Tommy acabaria por ser rebaptizado como Lord Drakkon, em homenagem a um dos guerreiros que tinha lutado ao lado da Rita Repulsa 10 mil anos antes. O Lord Drakkon usou, depois, as Moedas do Poder dos outros Power Rangers (com excepção da Moeda do Poder do Billy, pois nunca chegou a apoderar-se dela) para criar um exército que ficou conhecido como Sentry Army e do qual aqueles Mighty Morphin Black Rangers que eles enfrentaram faziam parte. O Lord Drakkon e o Sentry Army ajudaram a Rita Repulsa a conquistar a Terra, sendo que o Lord Zedd não tardou a juntar-se a eles. Contudo, o Lord Drakkon acabaria por se virar contra eles e, depois de os matar, passou a ser ele a governar todo o planeta. Os Coinsless fizeram sempre de tudo para tentarem parar o Lord Drakkon e, a certa altura, acabaram por receber a ajuda de uns Mighty Morphin Power Rangers de uma outra dimensão, sendo que com a ajuda deles o Lord Drakkon acabaria por ser vencido e, aparentemente, tinha sido levado por esses Power Rangers para a sua dimensão. Com a queda do Lord Drakkon, os seus aliados acabariam por se dividir em duas facções: uma que passou a seguir as ordens da Scorpina da dimensão dos Mighty Morphin Power Rangers que tinham ajudado os Coinsless a levar o Lord Drakkon de vencida e uma outra que se manteve leal ao Lord Drakkon e que passou a seguir as ordens do Finster-5, o braço direito do Lord Drakkon. Os HyperForce Rangers não conseguem deixar de ficar algo perturbados com tudo o que aconteceu naquela dimensão e com o estado como as pessoas ali vivem. Eles não tardam a chegar à base dos soldados e descobrem que a sua líder é a versão da Detective Lina Song daquela dimensão. Os HyperForce Rangers não tardam a trabalhar em conjunto com a Coronel Lina Song e os seus soldados para tentarem libertar alguns membros dos Coinless que estão presos numa das prisões criadas pela Scorpina. Apesar do plano bem delineado, aquela missão mostra-se bastante complicada, uma vez que a prisão está bem protegida pelo Sentry Army. Contudo, os HyperForce Rangers não poupam esforços para o enfrentar e recorrem a todas as armas que têm, inclusive os seus Zords. Durante a invasão à prisão, a Vesper e a Coronel Lina Song conseguem aceder ao servidor do edifício e copiam vários documentos relacionados com o The Great Destroyer, nome que naquela dimensão tinha sido dado à Serpentera, o Zord que havia pertencido ao Lord Zedd. Apesar das dificuldades, os membros dos Coinless que ali estavam presos acabam por ser libertados e logo revelam que aquele Capitão Michael Hicks que ali se encontra é um impostor, uma vez que eles tinham testemunhado a morte do verdadeiro Capitão Michael Hicks. O falso Capitão Michael Hicks logo revela que, na realidade, é um Monstro criado pelo Finster-5 e que tinha assumido a forma do Capitão Michael Hicks para se poder infiltrar entre os Coinless e conhecer os seus planos. Os HyperForce Rangers não tardam a enfrentar o Monstro e este acaba mesmo por passar para o seu modo gigante. Os HyperForce Rangers usam, então, os seus Zords para o enfrentar e o Monstro depressa percebe que irá ser vencido, por isso, prefere auto-destruir-se para provocar o máximo de destruição que puder. A auto-destruição do Monstro provoca uma enorme explosão que destrói a prisão e tudo o que se encontra à sua volta, o que leva a que grande parte do Sentry Army seja destruído e que alguns dos prisioneiros que tinham sido resgatados acabem por morrer. Já os Zords dos HyperForce Rangers acabam por resistir à explosão, contudo o Jack e a Vesper ficam algo feridos. O Marvin, o Eddie e a Chloe correm para junto dos amigos para perceber se estes estão bem, não tardando a serem cercados por outros membros do Sentry Army que chegam ao local naquele preciso momento. A acompanhá-los encontra-se um indivíduo com ar ameaçador que os HyperForce Rangers não tardam a reconhecer como sendo o Lord Drakkon.

0 comentários :

Enviar um comentário