Shaider Next Generation (também conhecido como Detective Espacial Shaider Next Generation ou Uchuu Keiji Shaider Next Generation) é um filme japonês lançado a 7 de Novembro de 2014.
Este filme, escrito por Naruhisa Arakawa e dirigido por Koichi Sakamoto, é o terceiro filme do Universo Space Squad, o universo cinematográfico criado pela Toei Company.

Sinopse:
O Shu Karasuma, o Detective Espacial que usa os poderes do Shaider, recebe a missão de investigar um criminoso e recuperar aquilo que ele se prepara para contrabandear. Será ele capaz de ser bem sucedido na sua missão, ao mesmo tempo que se tenta entender com a sua parceira Tamy?

Polícia da União Galáctica:
  ● Shaider: Shu Karasuma
  ● Tamy
  ● Gavan: Geki Jumonji
  ● Sharivan: Kai Hyuga
  ● Comandante Nicholas Gordon
  ● Eleena
  ● Kojiro Oyama
  ● Sisi
Outras personagens:
  ● Hilda Gordon
  ● Annie
Vilões:
  ● Horror Girl
  ● Bitabita
Resumo do filme:
O Geki, o Detective Espacial que usa os poderes do Gavan, descobre o local onde se encontra a Horror Girl, uma mulher que usa uma máscara de um pássaro e que, de alguma forma, tem feito com que pessoas que visitam o seu site comecem a cometer crimes iguais aos que eram cometidos pela Makuu, pela Madou e pela Fuuma, três organizações criminosas que tinham sido desmanteladas pela Polícia da União Galáctica. O Geki acaba por percebe que a Horror Girl afinal não se encontra naquele local e que aquilo não passa de uma armadilha, sendo que uma bomba acaba por ser activada pela Horror Girl, mas o Geki consegue escapar ileso.
Ele vai, depois, para o Planeta Bird e o Comandante Nicholas Gordon e a sua assistente Eleena pedem que ele deixe de investigar a Horror Girl, pois esta aliou-se ao Sacerdote Poe e raptou a filha do Comandante Gordon, a Hilda. O Comandante Gordon informa que, tendo isso em conta, ele vai fazer com que a Polícia da União Galáctica aja com mais cuidado naquele caso e que vai criar uma equipa só de pessoas da sua confiança para tentar com que a sua filha seja resgatada em segurança. Enquanto isso, o Geki deve parar com as suas investigações e aguardar por novas ordens.
Entretanto, na Terra, o Shu Karasuma, o Detective Espacial que usa os poderes do Shaider, está a investigar um criminoso que se prepara para contrabandear algo que o Shu não sabe bem o que é. Contudo, o criminoso acaba por escapar porque a parceira do Shu, a Tamy, que é também uma Detective Espacial, vê-lo a falar com uma outra mulher e fica com ciúmes, atrapalhando, assim, a investigação que o Shu estava a fazer.
Contudo, com as coisas mais esclarecidas entre os dois, eles acabam por ir atrás do criminoso que é um Fushigi Beast chamado Bitabita. Os dois não tardam a entrar numa batalha com ele e acabam por descobrir que o que ele está a tentar contrabandear é uma jovem rapariga.
O Bitabita consegue levar a melhor sobre a Tamy e acaba por usar uma corrente para prender o Shu à rapariga, o que faz com que ele não possa usar os poderes do Shaider. Para não colocar a rapariga em perigo, ele acaba por não resistir e os dois são levados dali pelo Bitabita.
No Planeta Bird, o Geki decide ir falar com Kojiro Oyama, um velho amigo do Retsu Ichijouji, do Den Iga e do Dai Sawamura, respectivamente, os primeiros Gavan, Sharivan e Shaider. O Kojiro Oyama tinha deixado o seu antigo trabalho e decidiu juntar-se à Polícia da União Galáctica, sendo um dos investigadores de crimes informáticos. Ao ver o Geki por ali, o Kai Hyuga, o Detective Espacial que usa os poderes do Sharivan, percebe que ele continua a investigar a Horror Girl e que deve querer a ajuda do Kojiro Oyama. O Geki explica ao Kai que algo lhe parece muito estranho naquela história e que por isso ele decidiu continuar a investigar um pouco mais, tendo todo o cuidado para não pôr a filha do Comandante Gordon em perigo. O Kai não concorda muito com aquilo e diz ao Geki para não contar com a ajuda dele.
A bordo da Vavilos, a Tamy acaba por descobrir que a rapariga que estava a ser contrabandeada pelo Bitabita é a Hilda, a filha do Comandante Gordon, não tardando a perceber que esta foi raptada. Ela entra, então, em contacto com a Eleena e conta-lhe o que aconteceu, sendo que a Eleena pede que ela não aja sem receber ordens para isso.
Na Terra, o Shu e a Hilda são escoltados pelo Bitabita para serem levados até ao Sacerdote Poe. O Shu não tarda a dizer ao Bitabita que sabe quem ele é na realidade: um contrabandista chamado Vash, natural do planeta Kiiza, que tinha sido responsável por levar o míssil Daidaros para o Planeta Uturussa, míssil esse que foi depois usado para destruir aquele planeta. O Vash não se arrepende de nada do que fez e diz que decidiu ser transformado num Fushigi Beast e mudou o seu nome para Bitabita porque assim era capaz de cumprir melhor a missão para o qual foi pago: levar a Hilda até ao Sacerdote Poe.
Não tarda a que o Shu perceba que a corrente que o une à Hilda está a fazer com que ela receba parte dos danos que o Bitabita provocou nele. Percebendo que a vida da Hilda está em perigo, o Shu sugere ao Bitabita que o melhor é eles irem ter com alguém que consiga cortar a corrente que o une à Hilda, coisa que o Bitabita não parece ser capaz de fazer por ainda não dominar bem aquela técnica.
O Bitabita acaba por ceder e os três vão até à clínica da Annie, a antiga parceira do Dai Sawamura. Ela também tinha sido uma Detective Espacial, mas depois decidiu estudar arqueologia no Egipto. Contudo, vendo o que se passava nos campos de refugiados decidiu estudar medicina e acabou por trabalhar em várias zonas de guerra, tendo agora a sua própria clínica. A Annie acaba por conseguir cortar a corrente que unia o Shu à Hilda e o Bitabita logo mostra que têm a intenção de fugir dali com a Hilda. Antes de o fazer ele revela que já percebeu porque é que o Shu andava atrás dele: o Planeta Uturussa era o planeta da Tamy. O Bitabita diz ainda que percebe porque é que ele não contou nada daquilo à sua parceira: os habitantes do Planeta Uturussa perdem a calma com muita facilidade e, quando isso acontece, acabam por não se conseguir controlar e destroem tudo o que os rodeia.
O Bitabita usa, depois, um dispositivo para abrir uma abertura para a Dimensão Magno e o Shu é sugado para lá. O Bitabita foge dali com a Hilda e o Shu vai passando por várias dificuldades dentro da Dimensão Magno. Contudo, com a ajuda da Sisi, a cientista forense que é parceira do Kai, a Tamy descobre onde o Shu está e vai em seu auxílio e os dois acabam por conseguir escapar da Dimensão Magno.
Entretanto, o Geki é detido por ter desrespeitado as ordens que recebeu e ter decidido continuar a investigar a Horror Girl. Contudo, ele acaba por conseguir fugir quando recebe a ajuda do Kai. Este diz que percebeu que, naquela situação, o melhor é mesmo eles seguirem o instinto do Geki. O Kojiro Oyama consegue, depois, descobrir as informações que o Geki lhe tinha pedido para investigar e o Geki e o Kai vão até à base da Horror Girl. Desta vez eles estão no local certo, mas a Horror Girl já lá não se encontra. Contudo, eles fazem uma busca pelo local e parecem ter descoberto a identidade da Horror Girl.
Já o Shu consegue alcançar o Bitabita e entra numa batalha com ele. Ele tinha pedido à Tamy para não se envolver naquela situação, mas ela acaba por não atender ao pedido dele. O Bitabita decidi então provocá-la e diz-lhe que teve responsabilidades na destruição do planeta dela. A Tamy parece pronta a perder o controlo, mas isso não acontece. Ela percebe, então, porque é que o Shu a manteve afastada de tudo aquilo, mas garante que ele devia confiar mais nela, pois ela é bem capaz de se conseguir controlar, caso contrário nunca se teria tornado numa Detective Espacial.
Contudo, o Bitabita acaba por lhe injectar uma droga e a Tamy acaba mesmo por perder o controlo, entrando numa batalha com o Shu, sendo que o Bitabita aproveita para se afastar dali, levando a Hilda consigo. O Shu faz de tudo para chamar a Tamy à razão, mas esta continua a não conseguir controla-se, o que só acontece quando o Shu diz que devia ter confiado nela e que a ama, beijando-a de seguida. Com isso, a Tamy consegue controlar-se e volta ao normal.
Os dois vão, depois, atrás do Bitabita e unindo forças este acaba por sem derrotado por eles, sendo preso de seguida. O Geki e o Kai aparecem pouco depois e garantem que aquela história ainda não acabou.
Mais tarde, o Shu, o Geki e o Kai chegam ao Planeta Bird acompanhados pela Hilda. Ela é levada até ao Comandante Gordon e à Eleena. O Comandante Gordon repreende o Shu, o Geki e o Kai por terem agido sem terem ordens para isso e estes explicam que já sabem toda a verdade: o Geki e o Kai descobriram uma fotografia da Hilda com o Comandante Gordon na base da Horror Girl e esse foi o primeiro passo para eles perceberem que a Horror Girl era, na verdade, a Hilda. Eles revelam ainda que foi o Comandante Gordon a simular o rapto da filha. A Eleena não acredita em nada daquilo, pois conhece a Hilda desde ela era pequena, altura em que a Hilda passava o tempo todo a tentar imitá-la, sendo que ela acha que a Hilda ainda é muito nova para ter planeado algo como aquilo que a Horror Girl planeou. Contudo, o Comandante Gordon confirma que aquilo é verdade, pois a sua filha sempre foi muito inteligente.
A Hilda revela, então, que um dia andava a vasculhar os arquivos do pai e que tomou uma decisão: iria tornar-se na nova Don Horror. Para isso, ela criou um site com uma programação especial que fazia com que aqueles que o visitassem sofressem uma espécie de lavagem cerebral e se tornassem criminosos e começassem a cometer crimes como aqueles que eram cometidos pela Makuu, pela Madou e pela Fuuma. E, assim, ela podia divertisse enquanto assistia às notícias dos crimes na televisão. Ela conta, também, que desenvolveu os dispositivos para que os criminosos pudessem aceder a outras Dimensões.
Ela explica, depois, que as investigações do Geki fizeram com que ela estivesse muito perto de ser descoberta e, por isso, ela pediu ajuda ao pai. Com vergonha de que todos soubessem que a sua filha era uma criminosa, o Comandante Gordon fez-se passar pelo Sacerdote Poe e pediu ao Bitabita (que já tinha sido influenciado pela Horror Girl) que raptasse a Hilda e, assim, o Geki seria obrigado a parar com as suas investigações, sendo que, depois, o Comandante Gordon colocaria as culpas pelos actos da Horror Girl num outro criminoso qualquer. O Comandante Gordon acreditava que o seu plano tinha tudo para dar certo, mas não contou que o Shu fosse atrás do contrabandista e acabasse por libertar a Hilda.
O Comandante Gordon e a Hilda preparam-se, depois, para serem detidos, mas a Hilda decide usar uma última cartada para tentar escapar dali: activar um dos seus dispositivos e ir para uma outra Dimensão. Contudo, o dispositivo não funciona da forma correcta e acaba por gerar um buraco negro que suga a Hilda para seu interior.
O Shu, o Geki e o Kai percebem que, apesar dos crimes que ela cometeu, têm que ir em auxílio da Hilda e acabam por recorrer aos seus poderes de Shaider, Gavan e Sharivan, respectivamente. Usando, depois, também respectivamente, a Vavilos, o Electronic Starbeast Dol e a Grand Birth, os três acabam por conseguir salvar a Hilda, conseguindo, depois, escapar do interior do buraco negro, que se fecha de seguida.
Mais tarde, a Tamy pede ao Shu que não a volte a deixar fora de uma investigação e este diz que só a quis proteger, mas garante que confiará mais nela no futuro. Ele recebe, depois, um telefonema de uma outra mulher e a Tamy, com ciúmes, acaba por o atacar. O Shu pede ao Geki e ao Kai, que iam a passar por ali, que o ajudem, mas estes acabam é por ajudar a Tamy, rindo-se da situação em que o amigo está metido.

0 comentários :

Enviar um comentário